[Especial Abril] Carreira Investigativa na computação forense

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Você deseja se tornar um profissional especializado em investigação forense? Se sua resposta é positiva, isto não significa que você está já no caminho para se tornar um expert à reconstituição de eventos que visam explicar o que ocorreu em meios informáticos.

A carreira acadêmica é um dos primeiros pontos a serem considerados, sendo que um profissional somente será capaz de se tornar um especialista na identificação, coleta, preservação e análise de evidências informáticas se o mesmo for especialista em pelos menos uma área de atuação nos meios informáticos.

Em geral é importante que o profissional conheça (seja academicamente, seja na prática) aspectos atrelados à arquitetura de computadores e redes. Isto não significa que preciso decorar o conteúdo do livro “Rede de Computadores” do Tanenbaum, entretanto, é importante que o profissional tenha bons fundamentos em rede, pois certamente este conhecimento será útil à reconstituição de eventos mantidos em sistemas como firewall, switches, DHCP, roteadores e demais outros elementos de comunicação.

Além do conhecimento em redes, espera-se que o profissional saiba como executar a extração de registros em sistemas operacionais. Em geral, os sistemas serão Windows, Linux e/ou Unix, iOS e Android, sendo que estes últimos sistemas advém do Linux e portanto tratamos basicamente de conhecer sistemas advindos do Windows ou Linux.

Será ainda muito importante ao profissional que venha a atuar em ações investigativas conhecer as diversas aplicações que envolvem os meios informáticos, como correio eletrônico, bancos de dados, sistemas de hospedagem web, aplicações PHP, ASP .NET, Java, entre outros.

Uma formação técnica (tecnólogo) pode ser um dos caminhos para esta longa jornada, entretanto uma graduação na área de sistemas pode ser uma melhor escolha, já que o candidato à perito pode vir a encontrar na graduação a diversidade de conteúdo que formará as bases do profissional que em algum dia se encontrará apto a atuar em investigações nos meios eletrônicos.

Atualmente é importante ainda que o profissional goze dos conhecimentos em segurança da informação, possibilitando um melhor amadurecimento profissional, pois com conhecimentos nesta área, certamente o julgamento profissional se baseará nas melhores práticas à realização de práticas forenses.

Uma pós-graduação com foco na área, assim como uma formação de curta duração possibilitará ainda complementar esta capacitação. Hoje há excelentes formações que preparam o profissional à atuação no mercado investigativo.

Não devemos ainda nos esquecer que é imprescindível ao profissional desta área a habilidade em escrita. Portanto escrever e expressar-se bem em uma redação, são essenciais ao profissional que atue nesta área.

Atualizar-se sempre é uma condição essencial para o profissional que atue nesta área que está em franca expansão. E em dias de crise, conhecer algo a mais, sempre será um diferencial para aumento de chances à sua empregabilidade.

Se este é o caminho a ser trilhado por você, comece a se planejar ainda hoje!

Contribuição especial de Marcelo Lau
marcelo.lau@datasecurity.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário