Android concentra mais de 95% dos ataques em dispositivos móvel

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016


Com uma market share, concentração de mercado, próxima dos 81%, o Android é o sistema operacional mais comum entre os 2.000 milhões de dispositivos móveis existentes no mundo. É por isso que as ameaças dirigidas a dispositivos móveis crescem continuamente: ataques específicos, adwares agressivos, aplicativos mal-intencionados que se comportam como uma aplicação legítima, mas que roubam informações ou consumem serviços em segundo plano... É que muitas vezes determinados Apps permanecem indetectáveis nos Market places, por tempo suficientemente para altas atingir taxas de download que afetam milhares de usuários ao mesmo tempo.

Os dados são preocupantes: Android concentra mais de 95% dos ataques em dispositivos móvel, o número de Trojans bancários nas apps é 9 vezes maior do que em 2014, e houve uma profissionalização dos grupos de cibercriminosos que concentram suas atividades em dispositivos móveis. Se acrescentarmos que a cada dia cerca de 5.000 novos aplicativos são criados, detectar novos vetores de ameaças móveis de forma ágil não é possível com ferramentas de segurança tradicionais.

Grupos de cibercriminosos têm uma estrutura quase empresarial, desenvolvendo aplicativos maliciosos sob uma perspectiva de custo-benefício, de modo que, a fim de maximizar os seus lucros, a reutilização de código, imagens, certificados digitais, etc. introduzindo "singularidades " atributos únicos que identificam um aplicativo ou um desenvolvedor.

Assim, este novo cenário de ameaças requer novas ferramentas, capazes de explorar a inteligência provenientes de não só aplicações móveis , mas também dos mercados, a fim de descobrir essas "singularidades" introduzidas pelos atacantes.

Tacyt, nossa ferramenta de Cyber Intelligence para aplicativos maliciosos para Android fornece acesso a um histórico de registro de cerca de 4 bilhões de aplicativos móveis publicados em diferentes Market places, bem como a informação de contexto disponível.

Desde a sua criação, a nossa ferramenta interveio em vários casos de sucesso notável. Um deles foi quando as autoridades espanholas usaram Tacyt para correlacionar as pessoas envolvidas em um esquema com aplicações através de SMS. Em outro caso, Tacyt foi fundamental para identificar um malware desconhecido e não detectado pelos antivírus e usando novas técnicas, conseguia burlar a proteção da Google Play. Graças a isto foi identificada uma botnet importante chamada Shuabang.

As descobertas de Tacyt também incluem familias desconhecidas de clickers que utiliza uma nova estratégia para cometer fraudes, golpes baseados em aplicativos que exigem números de preços premium ou a descoberta de novas técnicas de adware, chamadas "atrasos de Downloaders" para citar alguns deles.

Os atacantes tentam melhorar as técnicas de programação, tentando evitar os controles e ferramentas de segurança existentes... Mas eles sempre cometerão falhas, detectáveis através do conceito de singularidade.

Você também pode estar interessado em:
Adolfo Hernández
adolfo.hernandez@11paths.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário